segunda-feira, 22 de março de 2010

Fernão Capelo Gaivota


A idéia veio de uma mania minha. Quem me conhece sabe que não apenas sou um leitor inveterado como também possuo muitos livros. Invariavelmente tenho como costume abrir um livro em uma página qualquer e ler o seu conteúdo. Não me pergunte a razão. Não existe nenhuma. Por motivos óbvios, adotarei sempre a página 72 de qualquer livro para transcrever seu conteúdo aqui no blog.. Talvez a idéia não seja das melhores, mas vamos ver para onde ela nos levará. Não escolherei o conteúdo. Pegarei um livro e abrirei na página 72. Simples assim. Vejamos o que acontece.

Do livro: Fernão Capelo Gaivota de Richard Bach

“A dúzia de gaivotas que treinava junto à costa veio ao seu encontro, sem pronunciar uma palavra. Sentiu apenas que era bem vindo e que esta era a sua casa. Tinha sido um grande dia para ele, um dia cuja aurora já não recordava.
Dispôs-se a aterrar na praia batendo as asas de modo a ficar suspenso a dois centímetros do chão e deixando-se cair levemente na areia. As outras gaivotas também aterraram, mas nenhuma delas movem uma única pena. Esvoaçaram no vento com as asas brilhantes bem abertas...” (P.72)


O vídeo a seguir é do filme Fernão Capelo Gaivota.
A música interpretada por Neil Diamond

video

Nenhum comentário: