quarta-feira, 30 de março de 2011

Loucura ou inocência?


"Loucura e inocência são tão parecidas,
que a diferença embora essencial, mal se percebe."

(William Cowper)


Sim. É o fim da inocência. Não tenho dúvidas. Nos dias de hoje precisamos ter muito cuidado. Cuidado com as palavras. Cuidado com as nossas ações. Cuidado com tudo. Se o poeta inglês William Cowper estiver certo, estamos todos loucos. Alguns dias atrás, escrevendo o planejamento de Educação Física, eu digitei a seguinte frase: Atividades desenvolvendo as habilidades rolar e trepar. A correção automática do Word grifou a palavra trepar. Cliquei para ver o erro e apareceu a correção: ter relações sexuais. É mesmo o fim da inocência. Sim; devemos estar loucos ou seria inocência minha? Sei lá. Vou deixar então um vídeo. Inocente, claro.


video

4 comentários:

Andrea Caserta disse...

Simplesmente apaixonante!!! Quanta inocência, quanto medo e frio na barriga em dizer o que sente. É MARAVILHOSO gostar de alguém, gostar das pessoas, e melhor ainda quando elas sabem disso!! Como é bom dizer eu te amo. Seja aqui, ou em qualquer lugar do mundo.
Bjusss!!!!

Anônimo disse...

uma graça de vídeo.. de uma graça de pessoa

ana disse...

UMA GRAÇA DE VÍDEO

pattyrochaz disse...

Legal ver este vídeo no seu blog!!
Adorei!!