sexta-feira, 20 de maio de 2011

A esbofeteada


A vida como ela é. Baseada na obra de Nelson Rodrigues e com direção de Daniel Filho, foi originalmente apresentada pelo Fantástico em 1996.
Adoro Nelson Rodrigues. Ele vai, sempre, na ferida. Sem meias palavras. Escancara o que todos tentam esconder. Expõe o avesso do ser humano. Conforme escreveu Priscilla Santos, e vale a pena ler o seu texto na íntegra, “Maldito, tarado, reacionário e indecente. Nelson Rodrigues escreveu com seu espírito opiniões nada menos que polêmicas. Nessa seleção de aforismos, podemos nos deliciar com algumas das provocações do gênio, uma das mais importantes figuras do país e espectador das décadas mais conturbadas do século XX nacional. Ninguém sai ileso”.
Apresentarei, regularmente, alguns episódios da série que me são reminiscentes.

"Convém não facilitar com os bons,convém não provocar os puros. Há no ser humano, e ainda nos melhores, uma série de ferocidades adormecidas. O importante é não acordá-las".
(Nelson Rodrigues)

video

Nenhum comentário: