terça-feira, 17 de julho de 2012

Oito minutos...



"A vida já é curta 
e nós a encurtamos ainda mais desperdiçando o tempo".
(Victor Hugo)

Assisti ao filme Tão Forte e Tão Perto (Extremely Loud & Incredibly Close, 2011), adaptação às telas do romance Extremamente Alto & Incrivelmente Perto de Jonathan Safran Foer. Não quero falar do filme. Não gostei. Mas, um comentário feito pelo garoto, protagonista do filme, me fez pensar...
“Se o Sol explodisse neste exato momento, nós não teríamos como saber disso por 8 minutos, porque este é o tempo que levaria para que a luz da explosão chegasse até nós. Por oito minutos, continuaríamos sendo aquecidos e iluminados por ele...”.
Desculpe, sei que vai me perguntar o que quero dizer com isso. Não tenho resposta para você. Então, nem pergunte. Os oitos minutos são seus. Seus! De mais ninguém. Eu; já tenho os meus. Apenas pense sobre isso...

Um comentário:

disse...

Sabia que vc com suas postagens ajuda as pessoas a fazer uma analise de suas vidas,o que elas devem fazer
para mudar o que tem que ser mudado.
Parabéns continue a escrever coisas que nos fazem refletir.
Bjosss