quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A sobremesa roubou a cena...


"Acredito nas nossas castas, nas suas cores, nos seus aromas e sabores, por isso elegi-as como suporte dos meus vinhos. A minha aposta é desenhar vinhos exclusivamente com castas portuguesas, vinhos feitos com o que é nosso, aquilo de que todos nos orgulhamos".
(Paulo Laureano)


Em virtude de alguns problemas técnicos, demorei alguns dias para publicar o último encontro do Vinho nas quintas. Mas não poderia deixar de fazê-lo.Como Já falei em outra oportunidade, a cada semana os pratos e os vinhos estão mais elaborados. Nesta quinta não foi diferente. Os pratos estavam ótimos. Já falarei sobre eles. Mas, a surpresa da noite foi a sobremesa. Espetacular. Quem nunca teve a oportunidade de experimentar aconselho que o faça assim que possível. Enfim, vamos aos pratos. Para encerrar a noite um Montecristo nº 4 acompanhado de um bom cognac. Noite perfeita!

De entrada um ótimo peixe de água doce. Panga. Temperado e marinado por cinco horas com ervas. Acompanhou arroz branco e aspargos. Para harmonizar um excelente vinho branco da casta Sauvignon Blanc.

Como prato principal, uma suculenta paleta suína assada com batatas. Por sorte, o Claudio e a Roberta apareceram para ajudarem a saborearmos este prato pois, não daríamos conta de tanta comida.



Finalmente a sobremesa. Peras com doce de leite. Simples assim. Após ler estas reminiscências da última quinta-feira, vá correndo ao supermercado e compre algumas peras (vai querer mais de uma) e um bom doce de leite. Ficará impressionado com a explosão de sabores.



1) CASA LAPOSTOILLE

Branco – 2009
Produtor – Casa Lapostoille
País – Chile
Região – Maipo – Valle Central
Castas – Sauvignon Blanc 90% e Sémillon 10%
Graduação – 13,5 %
Degustação: Aromático e seco, com acidez equilibrada, ele foi escolhido como o "Vinho da Semana" por Jancis Robinson. A jornalista inglesa gostou tanto do vinho que relata "ter tomado a garrafa até a última gota".

2) PAULO LAUREANO CLASSICO

Tinto – 2006
Produtor – Paulo Laureano Vinus
País – Portugal
Região – Alentejo
Castas – Trincadeira e Aragonês
Graduação – 13,5 %
Degustação: A excelência dos melhores vinhos traduz-se na sua simplicidade. Identidade, elegância e notas de prazer de forma clara o Paulo Laureano Clássico. (nota no contra-rótulo que assino em baixo)


Um comentário:

Anônimo disse...

essas peras com deoce de leite era algo muito particular...como assim o Re deu a receita? rs

Pipoka